RNtouricn

1. Control
2. Nasty
3. What Have You Done For Me Lately
4. Let’s Wait Awhile
5. When I Think Of You
6.The Pleasure Principle
7. T.V. (Interlude)
8. State Of The World
9. RACE (Interlude)
10. The Knowledge
11. Funny How Time Flies (When You’re Having Fun)
12. Black Cat
13. Come Back To Me
14. Alright
15. Escapade
16. Miss You Much
17. Pledge (Interlude)
18. Rhythm Nation

TOUR

Depois de tomar o controle de sua carreira, quebrar records e fazer o mundo dançar e refletir ao som de temas polêmicos, como racismo e desigualdade social, chegava a hora de Janet subir ao palco e dar tudo de si. Em fevereiro de 1990, a Rhythm Nation World Tour estreava com ingressos esgotados na cidade de Pensacola, Flórida. A primeira turnê de Janet Jackson mostrou ao mundo um lado ainda desconhecido da cantora, que embora já considerada uma das melhores ‘performers’ da época, agora quebrava todas as barreiras e expectativas. Com muita coreografia e uma estrutura gigantesca, a Rhythm Nation Tour também abordava temas mais sérios, mantendo o tom do álbum, incentivando os fãs a pensarem enquanto dançavam ao som dos maiores sucessos da virada daquela década. 

RNtouricon2

Com o setlist estruturado por músicas de seu álbum atual e também do antecessor ‘Control’, Janet apresentava um verdadeiro espetáculo todas as noites, mantendo até hoje o recorde de turnê de estreia mais bem sucedida de todos os tempos. A coreografia ficou nas mãos do mesmo time responsável pelos vídeos do álbum. Dentre os nomes, destacam-se Tina Landon, que anos mais tarde se tornaria uma de suas melhores amigas e principal coreógrafa, e LaVelle Smith, um dos principais dançarinos e amigos de seu irmão, Michael. Janet conheceu LaVelle nos bastidores de um show da Bad World Tour, no final dos anos 80, e o convidou para participar de seu próximo projeto.

RNtouricon3

Apesar de todo o sucesso que alcançou a Rhythm Nation World Tour não foi lançada em vídeo. Um dos shows que aconteceram em Tokyo, no Japão, foi filmado e chegou a ser televisionado por uma rede local, entretanto, nunca foi lançado comercialmente. Na época, Janet havia assinado um contrato de exclusividade com a Pioneer para gravação e comercialização da turnê em LaserDisc, uma tecnologia precedente ao DVD, mas nenhum lançamento aconteceu. Janet afirmou em diversas entrevistas, já nos anos 2000, que se arrepende de nunca ter lançado o material e ainda tem vontade de finalizar este projeto.